REUNIÃO PSF ANHUMAS

O C.M.S representado pelo seu presidente Milton Costa e pelo conselheiro Edson Batista membro da Comissão Interna de Vistoria e da Comissão Interna do Meio Ambiente , participou da reunião na unidade de Anhumas onde foram apontadas várias demandas algumas em caráter de urgência. Estaremos juntos com a Atenção Básica oficializando a Secretaria Municipal de Saúde para breves providências . Veja fotos:img_20180307_144226

img_20180307_144241

img_20180307_144729

img_20180307_144952

Reunião Ordinária de 27.02.18 – C.M.S

Realizamos nossa reunião ordinária conforme publicadoimg_20180227_193659

img_20180227_193755

img_20180227_193803

img_20180227_193930

img_20180227_193935

img_20180227_194507

img_20180227_195329

img_20180227_195532

img_20180227_200054

img_20180227_200216

img_20180227_200224

img_20180227_200231

img_20180227_200238

img_20180227_200502

img_20180227_201202

img_20180227_201621

img_20180227_202423

img_20180227_204625

img_20180227_214447

RELATÓRIO ANUAL DE GESTÃO – R A G

Relatórios Anuais de Gestão Municipais

O Relatório Anual de Gestão é o instrumento que apresenta os resultados alcançados com a execução da Programação Anual de Saúde, contemplando a comprovação da aplicação dos recursos repassados do Fundo Nacional de Saúde para os Fundos de Saúde dos Estados, Distrito Federal e Municípios.

Os resultados alcançados são apurados, com base no conjunto de indicadores, que foram definidos na programação para acompanhar o cumprimento das metas anuais, dos valores orçamentários e dos recursos financeiros nela fixadas.

Cabe destacar que, ao final do período de vigência do Plano de Saúde, é necessário que seja feita a sua avaliação, retratando os resultados efetivamente alcançados, de modo a subsidiar a elaboração do novo plano, com as correções de rumos que se fizerem necessárias e a inserção de novos desafios ou inovações.

Para tanto, os Relatórios Anuais de Gestão configuram-se insumos privilegiados por contemplar aspectos qualitativos e quantitativos, envolvendo também uma análise acerca do processo geral de desenvolvimento do plano, registrando os avanços obtidos, os obstáculos que dificultaram o trabalho, bem como as iniciativas ou medidas que devem ser desencadeadas.

O Relatório Anual de Gestão deverá ser elaborado na conformidade da Programação e indicar, inclusive, as eventuais necessidades de ajustes no Plano de Saúde. Esse relatório é também instrumento das ações de auditoria e de controle. Conforme já sinalizado neste documento, para acompanhar o cumprimento das metas devem ser definidos indicadores que serão apurados ao longo da execução da Programação Anual de Saúde.

Indicador é um índice que reflete uma situação determinada, a partir da relação entre as variáveis, que permite medir mudanças e determinar o grau de cumprimento das metas.

Variáveis são os dados sobre determinado fato ou situação que compõem o numerador e o denominador do indicador. Por exemplo, indicador para avaliar o número de exames por consulta eletiva:

Número de exames por consulta eletiva
____________________________________________

Total de consultas médicas eletivas

Um exemplo da construção de indicadores pode ser formulado a partir de uma das prioridades do Pacto pela Vida – Portaria Nº 399/GM, de 22 de fevereiro de 2006 – do qual foram aqui destacadas algumas metas.

Prioridade : Redução da mortalidade infantil e materna

Metas: (i) reduzir a mortalidade neonatal em 5% em 2009; (ii) reduzir em 50% os óbitos por doenças diarréicas e 20% por pneumonia em 2009; (iii) criar comitês de vigilância do óbito em 80% dos municípios com população acima de 80 mil habitantes em 2009; e (iv) reduzir em 5% a razão de mortalidade materna em 2009.

Para o acompanhamento do cumprimento dessas metas, poderiam ser usados alguns indicadores, tais como:

Taxa de mortalidade neonatal;
Taxa de mortalidade infantil por causa;
Número de comitês de vigilância do óbito criados em municípios com população acima de 80 mil habitantes;
Razão de mortalidade materna.

Os indicadores fornecem, assim, elementos para o processo de programação. Não pretendem proporcionar um conhecimento completo e exaustivo da situação, mas concentrar informações consideradas críticas em relação aos problemas identificados e objetivos propostos.

É possível incluir ou excluir indicadores, na medida em que são identificados novos pontos críticos, desde que os pontos básicos e essenciais permaneçam sendo acompanhados, para garantir a coerência e a direcionalidade da programação.

Do ponto de vista da estrutura, o Relatório Anual de Gestão deverá conter minimamente:

O resultado da apuração dos indicadores;
A análise da execução da programação (física e orçamentária/ financeira);
As recomendações (por exemplo, revisão dos indicadores, reprogramação).

Portanto, além de apresentar o desempenho da execução das ações e o grau de cumprimento das metas da Programação Anual de Saúde, a partir do conjunto de indicadores definidos, o Relatório Anual de Gestão fornece as bases para o ajuste do Plano e indica os rumos para a programação do ano seguinte.

A equipe de planejamento deverá orientar e apoiar as áreas técnicas na apuração dos resultados a partir dos indicadores selecionados na programação, assim como a análise do impacto destes resultados sobre a situação descrita no respectivo Plano de Saúde. Caberá também às áreas técnicas formular recomendações que julgarem necessárias e propor ajustes na programação e no Plano de Saúde.

A equipe de planejamento deverá sistematizar o trabalho realizado pelas áreas técnicas, conformando o documento final que expressará o Relatório Anual de Gestão .

As orientações gerais para o fluxo do Relatório Anual de Gestão, após a apreciação e aprovação pelo Conselho Municipal de Saúde, seguem as orientações da Portaria Nº 3.176, republicada no dia 11 de janeiro de 2010.

ATA DE 30.01.2018 DO C.M.S

CONSELHO MUNICI8PAL DE SAÚDE DE PIRACICABA

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DE 30 DE JANEIRO DE 2018

Iniciou a reunião ordinária dia 30 de janeiro de 2.018, presidida pelo Milton Costa na segunda chamada com a presença dos conselheiros Itamiro Marques, Graziela Gozzo Tozin, Inez Machado de Lima, Katia Maria Paschoalini, Dr. Ricardo Manzoni, Valeria Capis da Cruz, Neusa Aparecida Tonin Batista, Dr. Pedro Antônio de Mello, Maria Ângela A. de Moraes Rosseto, Rafaela Mossarelli Penedo, Prof. Marcelo de Castro Cesar, Prof. Fábio Leissmamm. Justificaram as ausências José Maria Dini Sobrinho, Osvaldo Ap. San Juan, Karina Fratin Case, Bento Francisco Teixeira, Dr. Cesar R. Schimit, Jaqueline de Campos Carvalho Tedesco, Suplentes presentes Edson Batista dos Santos, Vicente Souza Duarte, Dr. Ricardo Tedeschi Matos, Dr. Moisés Francisco B. Taglietta, Ana Lúcia Pavão, Daniela Garbellini, Zélia Oliveira da Silva Correr. Justificaram as ausências José Antônio Fernandes Paiva, Mirna Goreti Vitti. Tivemos vinte e nove participantes representando as Comissões Locais de Saúde de vários bairros de Piracicaba. Iniciou a reunião com os agradecimentos do presidente ao Secretário de Saúde Dr. Pedro Melo e solicitou aos presentes que se apresentasse e sua representatividade. A seguir Dr. Pedro Melo fez a apresentação sobre Febre Amarela fazendo explanação sobre a doença, transmissão, cuidados e vacinação e esclarecendo as dúvidas Dr, Moisés informou que quem não for viajar para as áreas de risco, não há necessidade de correr para vacinar-se que pode aguardar o momento mais tranquilo as vacinas iram continuar, pois fazem parte do Calendário de Vacinas. Foi questionado com esse aumento da procura de vacinas nas Unidades como estão preparadas quanto aos funcionários, que Dr. Pedro respondeu que a Secretaria está reconhecendo o trabalho dos funcionários e arcando com o pagamento de horas extras. O presidente solicitou que fossem protocoladas as demandas e que fossem apresentadas aproveitando a presença do Dr. Pedro Melo Secretário de Saúde. O conselheiro Itamiro informou que está confirmada a visita da Unidade do bairro IAA II para o dia 05 de fevereiro as noves horas com a presença do Secretário de Saúde. O presidente chamou os representantes das Comissões Locais de Saúde que trouxeram reivindicações para que as mesmas sejam apresentadas iniciou com representantes das CLS dos bairros São Francisco e Jardim Planalto “ como estão sendo feitas as manutenções dos PSF, UBS, E UPAS, do município constatamos falta de iluminação em várias salas dessas Unidades, a sala de coleta de exames Papa Nicolau sem iluminação na sala e sem lâmpada no foco. Na sala de vacina o profissional com dificuldade para identificar o rotulo do frasco de vacina. Umidade em vários locais das Unidades e paredes com muito mofo”. CLS Santa Rita Avencas “Pacientes solicita melhor avaliação quanto à demora no agendamento de consultas com Especialidades exemplo Dermatologista aguardam desde o ano de 2016 sete usuários ano de 2017 quarenta e quatro usuários total de cinquenta e um usuário aguardando consultas. Reumatologia a ano de 2015, onze usuários ano de 2016 quatro usuários, 2017 sete usuários total 22 usuários. Neurologista ano de 2017 vinte usuários”. Esses são alguns números que esta CLS conseguiu devido a esse número solicitamos mais atenção da Secretaria de Saúde. CLS Mario Dedini II reclama que os usuários estão sem atendimento dentário, pois estão sem manutenção os instrumentos do consultório, e quando chove existe muita goteira na sala de atendimento. CLS Piracicamirim falta de funcionários devido à aposentadoria da enfermeira e licença gestante de outra profissional, muito mofo nas paredes causando uma situação prejudicial à saúde dos usuários e dos funcionários, banheiro feminino da sala de espera fechado por falta de reparos, refere que já foram enviadas varia solicitações para que fosse feito essa manutenção. Como está sendo discutido o Contrato de Assistência Técnica Odontológica que está vencido e os consultórios sem essa assistência. CLS do IAA II II agradeceu ao Secretário de Saúde pela atenção dada a CLS e informou que os próprios usuários fizeram toda a limpeza no entorno da Unidade. CLS do bairro Independência “ falta de estrutura no imóvel sem acessibilidade funcionários e pacientes já sofreram quedas, com ferimentos”. A coleta é feita na sala de vacina e após o procedimento tem que ser higienizada para iniciar a vacinação que gera fila de espera. A sala de espera é no abrigo do imóvel que é pequeno e a população aguarda na calçada e muitas vezes do outro lado da rua conforme fotos anexas, uma rua de movimento podendo causar outros transtornos com as crianças que atravessam quando escutam seu nome. Nossa Unidade possuem 8.880 prontuários e por não local adequado está armazenado dentro de caixas. Com a falta de funcionaria a funcionaria da limpeza atende telefone, o senhor Janssen Soares membro da CLS também nos auxilia no telefone e como porteiro, A enfermeira responsável está de licença gestante e contamos com substituta quando necessário. Nossa Unidade é responsável pela emissão do Certificado Internacional de Vacina ou Profilaxia, para quem vai viajar para países que solicitam esse Certificado, devido esse aumento estamos fazendo 60 a 80 Certificados nos dois dias agendados sendo necessário duas funcionarias pela quantidade de protocolo exigido para preenchimento. Todos esses fatos estão comprovados por fotos que serão encaminhados ao CMS para providências. Dr. Pedro ouviu atentamente todas as reivindicações e pediu protocolo das denúncias para que possam ser tomadas as providências, e esclareceu que a Secretaria está buscando todas as formas de providenciar a melhor maneira de manutenção, mas há as dificuldades das licitações. Vou checar com a responsável da manutenção para que seja mais rápido o serviço. Quanto à falta de funcionários sabemos e pedimos a colaboração de todos. Citou o COAPES que é um contrato com empresas privadas que gera recursos para o município. Informou que a validação da Carteira Internacional de Vacina será feita pelo Poupa Tempo. Agradeceu ao presidente, que com o sindicato que dirige, fará uma parceria com a Secretaria da Saúde na manutenção das Unidades, fornecendo a mão de obra especializada e o Município todo o material usado. Será a campanha Adote uma UPA. A sra. Laura Queiroz pediu a palavra, e como presidente do Conselho Municipal da Mulher repudiou o comentário do Secretário de Saúde quanto às licenças das funcionarias. O Secretário de Saúde se desculpou e pronunciou que valoriza muito o trabalho de todos e todas funcionarias da Secretaria. Foram entregues os certificados dos usuários eleitos para a Comissão Local de Saúde do bairro IAA II, e do bairro Serra Verde. Também entregue uma Moção de agradecimento a Sra. Zenaide G. Buglioli que compareceu a todas as reuniões deste Conselho durante o ano de 2017 representando ao CRAB VILA REZENDE. Sem mais nada a tratar encerrou-se a reunião e eu Inez Machado de Lima redigi a presente ata que será lida e discutida.
Milton Costa Inez Machado de Lima Presidente do CMS Secretária do CMS.

C O M U N I C A D O

CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE DE PIRACICABA
Criado pela Lei Municipal 3.305 de 02.07.1991, revogado p/ L.C Municipal 221 de 18.08.2008

“ QUEM USA, CUIDA “

C O M U N I C A D O

COMUNICAMOS QUE EM REUNIÃO REALIZADA EM 19.02.2018 NESTA UNIDADE PSF SERRA VERDE NA PRESENÇA DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE, DA COORDENAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA , DOS FUNCIONÁRIOS DA ADMINISTRAÇÃO DA UNIDADE E DOS MEMBROS ELEITOS NA COMISSÃO LOCAL DE SAÚDE (26.01.18), DECIDIU-SE QUE DEVIDO A IRREGULARIDADE NA DIVULGAÇÃO PARA O PROCESSO ELEITORAL DA ELEIÇÃO REALIZADA NO ULTIMO DIA 26.01.2018 SERÁ REALIZADA NOVA ELEIÇÃO NA DATA ABAIXO.

Prazo para INSCRIÇÕES até da 20.03.2018 (Terça)

ELEIÇÃO NO DIA 27.03.2018 (Terça).

AGRADECEMOS A COMPREENSÃO E A COLABORAÇÃO DE TODOS E MAIS UMA VEZ CONTAMOS COM A PRESENÇA DE TODOS NESTE PROCESSO QUE VISA O BEM COMUM.

“ NOSSO MUITO OBRIGADO”

– Conselho Municipal de Saúde de Piracicaba
– Departamento de Atenção Básica
– Administração do PSF Serra Verde

Rua Alferes José Caetano, 1212 – Centro Cep – 13.400-123E’mil.saude_piraconselho@ yahoo.com.br Fone/Fax : (19) 3402.7008

CONVITE R.O 27.02.2018 CMS

C O N V I T E

Realizaremos nossa reunião Ordinária em 27.02.2018 (terça) com início as 19:00 horas ,no Prédio Anexo da Câmara de vereadores, centro/Piracicaba, onde teremos como pauta:

1 – Leitura da Ata de 30.01.2018;

2 – Informes do presidente e conselheiros inscritos;

3 – Entrega das Moções de Aplausos aos “”AMIGOS DO POSTO” :
– Janssen Soares – UBS Independência
– Ivani Estela de Lima – PSF Sol Nascente
– Antonio Batista – PSF Terra Rica

P A U T A:

4 – Apresentação da Prestação de Contas do Fundo Municipal de Saúde 3º Quadrimestre de 2017 pela – Secretário Municipal de Saúde.

Convidamos a todos e contamos com a colaboração dos conselheiros marcando presença em nossa segunda reunião de 2018.

M I L T O N C O S T A
Presidente do Conselho Municipal de Saúde
P i r a c i c a b a

Rua Alferes José Caetano, 1212 – Centro Cep – 13.400-123E’mil.saude_piraconselho@ yahoo.com.br Fone/Fax : (19) 3402.7008

“SOBRE SLOW MEDICINE”

Presidente do C.M.S sr. MILTON COSTA e o dr. Dario Birolini palestrante do Programa de Educação Médica Continuada com o tema “Slow Medicine” na Associação Paulista de Medicina- Piracicaba APM em 07.02. (Quarta)

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1228055193994322&set=a.203890059744179.50955.100003695589152&type=3

C.M.S e ATENÇÃO BÁSICA JUNTOS.

Em 01/02/18 Reunidos na sede do Conselho com coordenadoras da Atenção Básica Tatiana e Babara onde alinhamos novos procedimentos no apoio e incentivo junto as Comissões Locais de Saúde. Uma aliança que tem como objetivo o bem comum . Veja fotos:
img-20180201-wa0045

img-20180201-wa0047

img-20180202-wa0003

img-20180202-wa0006

img-20180202-wa0007

REUNIÃO ORDINÁRIA DO C.M.S

CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE DE PIRACICABA
Criado pela Lei Municipal 3.305 de 02.07.1991, revogado p/ L.C Municipal 221 de 18.10.2008

“ QUEM USA, CUIDA “

C O N V I T E

Realizaremos nossa reunião Ordinária em 30.01.2018 (terça) com início as 19:00 horas ,no Prédio Anexo da Câmara de vereadores, centro/Piracicaba, onde teremos como pauta:

* FEBRE AMARELA – apresentada pelo Dr. Pedro Antonio de Mello – Secretário Municipal de Saúde

Convidamos a todos e contamos com a colaboração dos conselheiros marcando presença em nossa primeira reunião de 2018.

M I L T O N C O S T A
Presidente do Conselho Municipal de Saúde
P i r a c i c a b a

Rua Alferes José Caetano, 1212 – Centro Cep – 13.400-123E’mil.saude_piraconselho@ yahoo.com.br Fone/Fax : (19) 3402.7008

C O M U N I C A D O

C O M U N I C A D O
Comunicamos que conforme informado em reunião extraordinária de 22.12.17, não haverá expediente para o público no Conselho Municipal de Saúde de Piracicaba a partir de 22.12.2017 (sexta), retornaremos nossas atividades dia 03.01.2018